Relato de Intercâmbio

Semestre de intercâmbio de Ensino Médio na Holanda.

Por: Marina Ramos Jeuken

Relato de Marina sobre suas experiências, o aprendizado da cultura e seu crescimento pessoal.

Em 2017, no meu segundo ano do colegial, fiz um intercâmbio de seis meses para a Holanda. Eu organizei tudo com ajuda dos meus parentes, mandamos um e-mail para a escola perguntando se poderia me aceitar como estudante. Durante um mês antes de ir, tive aulas particulares de holandês, o que me ajudou muito. O passaporte facilitou bastante, só precisei pagar pelos livros.

Eu morava com familiares em Malden, de onde eu pedalava todos os dias por 45 minutos até a escola em Nijmegen. Faça vento, chuva, frio ou sol, o caminho sempre era de bicicleta! Foram várias aventuras tentando pedalar no asfalto com neve! Bem no começo me ensinaram as regras de trânsito das bicicletas, achei fascinante o quão bem organizado tudo era.

Na época havia acontecido uma catástrofe natural em Suriname, uma colônia holandesa, e a escola propôs aos alunos a arrecadarem dinheiro para ajudar as pessoas de lá. Teve alunos vendendo doces, desenhos e muito mais. Eu e minhas amigas conseguimos arrecadar um bom valor cantando no centro de Nijmegen. Sempre lembro dessa memória com muito orgulho e carinho.
Já que praticamente todo mundo na Holanda fala inglês, devo confessar que na maioria do tempo eu conversava em inglês com as pessoas. Aprendi bastante a língua nativa, mas não tanto quanto gostaria.

Nestes meses muitos desafios apareceram e eu fui aos pouquinhos entendendo melhor quem eu sou e o mundo ao meu redor. Fiz amizades incríveis, mantenho contato até hoje! Pude aprender mais sobre a cultura que me cercou a vida toda e de que certa forma faz parte de mim.

Foram meses de muitas experiências novas e emoções intensas. O intercâmbio foi um momento introspectivo, de conflitos internos que me fizeram crescer. Sou muito grata por tudo que passei e por tudo que a Holanda me ensinou, vou sempre admirar a proatividade e a determinação dos holandeses.

Sempre que me perguntarem se intercâmbio vale a pena, a minha reposta vai ser um alto e claro SIM!!! A experiência de sair e conhecer pessoas, coisas e culturas novas sempre vale a pena na minha opinião.