Dia em Memória das Vítimas e Dia da Libertação / Dodenherdenking e Bevrijdingsdag

Todo ano os Países Baixos relembram as vítimas de guerras e celebram o fim da ocupação nazista durante a Segunda Guerra Mundial após a libertação em 1945. Tradicionalmente são realizadas diversas comemorações, festivais com desfiles de veteranos e festivais musicais em todo o país nas datas 4 e 5 de maio.

Comemorações

No dia 4 de maio os holandeses hasteiam as bandeiras a meio mastro nas ruas para demonstrar que recordam as vítimas holandesas desde a Segunda Guerra Mundial. Todos os anos há comemorações em quase todos os municípios. A cerimônia em memória às vítimas das guerras no Monumento Nacional em Amsterdã inicia-se às 20 horas, quando o som do trompete marca o início dos dois minutos de silêncio. Em seguida, o Rei Willem Alexander e a Rainha Máxima depositam a primeira coroa de flores no Monumento Nacional. Devido à pandemia do coronavírus, neste ano haverá um pequeno grupo de convidados no local, dentre políticos, veteranos de guerra e parentes mais próximos, que também prestam a sua homenagem deixando coroas de flores no memorial na Praça do Dam.

No dia 5 de maio a liberdade é festejada em todo o país de várias formas, inclusive com festivais de música, palestras e exibição de filmes. Os Festivais da Libertação em 2021 serão transmitidos em um programa online conjunto de mais de 200 apresentações e atividades, acessível neste site: link. O Dia da Libertação tradicionalmente termina com o Concerto de 5 de maio. A programação festiva no salão principal está a cargo da ‘Metropole Orchest’, vários artistas e dançarinos do ‘ISH Dance Collective’. Este ano o show acontecerá sem plateia no Teatro Real Carré em Amsterdã.

Você pode assistir pelo canal BVN on-line toda programação relacionada, inclusive filmes, documentários, ‘De Nationale Herdenking’ no dia 4, a comemoração nacional ‘NOS Nationale Viering Bevrijding 2021’ no dia 5, tudo será transmitido em: link.

VÍTIMAS DA GUERRA – Na Segunda Guerra Mundial muitas pessoas perderam suas vidas, por violência de guerra ou exaustão, tanto na Europa quanto no Sudeste Asiático. Muitos também foram mortos por terem resistido. Milhões de judeus foram assassinados ou morreram durante o Holocausto. O Holocausto foi uma perseguição deliberada e organizada e o assassinato de judeus. Minorias ciganas (roma) também foram vítimas de genocídio por parte dos nazistas. Soldados e civis holandeses que morreram na guerra e durante as operações de manutenção da paz posteriores à Segunda Guerra Mundial são recordados na data.

LIBERDADE – No dia 5 de maio a Holanda celebra a vida em liberdade no país. Comemoram a libertação da ocupação alemã na Europa e da ocupação japonesa na Ásia em 1945 e que, desde então, no Reino dos Países Baixos, as pessoas estão livres da opressão. Este também é um dia para refletir sobre a importância da liberdade e para se realizar como ela é frágil. Além disso, reflete-se sobre a falta de liberdade em outras partes do mundo, sendo que em muitos lugares pessoas sofrem diariamente com conflitos armados e a violação dos direitos humanos.

O Comitê Nacional 4 e 5 de maio convida a população a hastear a bandeira a meio mastro no dia 4 de maio, a observar os dois minutos de silêncio e ainda há a possibilidade de depositar flores em um dos 4.000 monumentos de guerra espalhados pelo país, inclusive de forma digital. No dia 5 a população tem o costume de hastear a bandeira holandesa em casa para comemorar a liberdade e acompanham a programação que devido à pandemia será basicamente on-line. Veja mais informações e toda a programação na página da ‘Nationaal Comité 4 en 5 mei’: link.

Lembremos juntos da história do país, do valor da liberdade, da democracia e dos direitos humanos, tão relevantes para a sociedade mundial.

Fonte: Nationaal Comité 4 em 5 mei, Rijksoverheid, Wikipedia e fotos de: Wikimedia Commons.

Dia em Memória das Vítimas – Nationale Dodenherdenking

Dia da Libertação – Bevrijdingsdag

Bevrijdingsdag em Enschede.

Bevrijdingsdag festival 2014

Bevrijdingsdag com autoridades.

Coroas no monumento em Amsterdã.

Dia em memória das vítimas no Waalsdorpervlakte, em 2009.

Monumento nacional em Amsterdã.

Bandeiras a meio mastro, no Martinitoren em Groningen.