CULTURA COMPARTILHADA: Histórias da Nova Holanda / Verhalen uit Nederlands-Brazilië (1630-1854)

Doze histórias relacionadas à vida na colônia holandesa no Brasil foram disponibilizadas ao público em dezembro de 2020.

A vida entre o Brasil holandês e Amsterdã é contada através de relatos que revelam um pouco do cotidiano da colônia, fazendo uso de documentos do Arquivo da Cidade de Amsterdã, do Arquivo Nacional de Haia e de várias outras coleções para contar sobre este período em que a Companhia das Índias Ocidentais governava a região.

Os arquivos municipais de Amsterdã contêm milhares de documentos relacionados ao Brasil holandês (1630-1654). As declarações feitas por soldados, marinheiros, comerciantes e suas esposas aos tabeliães de Amsterdã nos dão uma imagem da vida na colônia holandesa. As histórias foram publicadas simultaneamente no site da Biblioteca Nacional do Brasil e do Stadsarchief Amsterdam.

Na introdução sobre ‘A vida entre o Recife e Amsterdã’, de autoria de Bruno Miranda e Mark Ponte, lê-se que este “curto período sob domínio dos holandeses foi uma época de diversidade sem precedentes”. Leia, entre outros, histórias que envolvem marcos na cidade de Recife, como o Forte das Cinco Pontas e a Rua dos Judeus, sobre a atuação de recrutadores para a Companhia das |índias Ocidentais, pregadores calvinistas o outro lado da rendição dos holandeses no Brasil, e principalmente sobre atividades de figuras como Maurício de Nassau, Gaspar Dias Ferreira, Caspar Schmalkalden, enfim, sobre a vida e a morte de homens e mulheres que deixaram sua marca na história.

Acesse as histórias originais em ambas as línguas!
Histórias da Nova Holanda em português no site da Biblioteca Nacional do Brasil link e em holandês (Verhalen uit Nederlands-Brazilië) no site Gemeente Amsterdam Stadsarchief: link.

A BNDigital (Biblioteca Nacional Digital) integra coleções digitalizadas em parceria com instituições nacionais e internacionais em um sistema aberto, interconectado voltado à preservação da memória documental brasileira.

Os sites com as histórias surgem da colaboração do Stadsarchief Amsterdam com a Universidade Federal Rural de Pernambuco e a Biblioteca Nacional do Brasil. Isso tem sido possível graças às contribuições da DutchCulture, do Arquivo Nacional e da Embaixada da Holanda em Brasília. Parcerias que colaboram muito para conhecermos ou mesmo aprofundarmos nossos conhecimentos sobre este tema de cultura compartilhada.